quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Em Roma faça como os romanos

Ah, Roma... Acho que minha depressão de volta vai ser eterna dessa vez. Não vou negar que tenho um certo preconceito com cidades que todo mundo gosta. Paris não foi aquela maravilha, Amsterdã prefiro nem comentar, os encantos de Praga achei bem parcos... No final Budapeste sempre esteve na minha lista como cidade favorita da Europa, o que causa o espanto de muita gente quando eu digo.
Mas vá lá, não se nega a oportunidade de conhecer uma cidade nova, mesmo que clichê. E sabendo que esse ano a escrava aqui não teria férias de fim de ano (aqui a maioria das pessoas folgam na semana entre Natal e Ano Novo, mas eu não serei uma das felizardas) o jeito foi antecipar o break. Uma combinação de passagens e hotéis a um preço bem tentador e lá fomos nós rumo a Roma, que superou todas as expectativas. A cidade é linda e charmosa, uma magnitude escondida em cada uma das esquinas e ruelas. Aquela coisa da torre Eiffel dominando tudo não tem, nem o Coliseu rouba a cena. As milhares de piazzas e fontes ficam escondidinhas até o último minuto em que você encontra seu caminho nos labirintos sem fim. Para encontrar a fontana de Trevi foi mapa na mão e ouvido bem aberto pra seguir o barulho da água, de repente, voilà!
As ruínas charmosas, as buzinas dos carros, a gritaria do povo se expressando com sentimento, o calor que h
á alguns meses já deixou as bandas de cá, tudo foi muito bem vindo. O Vaticano com toda a sua magnitude, eu não tinha a menor ideia que seria assim. Os gelatos maravilhosos, as pizzas, as massas, as mulheres lindas que transformam as ruas num desfile de moda a céu aberto. A arte em todos os cantos, desde os pintores de rua até as bolsas e sapatoss dos novos estilistas talentosos (mulheres, preparem-se!). E a melhor surpresa de todas: um pedido de casamento! Sim, estou noiva e fiquei noiva em Roma, num restaurantezinho fofo e aconchegante que não me lembro mais o nome, mas tenho todo em detalhes na cabeça. Já moramos juntos a mais de dois anos e no questio prática, já é casamento há muito tempo, mas não vou negar que estou adorando seguir o enredo como manda o figurino. Estou re-apaixonada, desde as alianças, até o pedido ou a cara de bobo mais linda do mundo que o Pascal faz quando olha pra minha mão a cada 5 minutos dizendo o quanto ele está feliz por termos dado esse passo. Surpresas, uns quilinhos a mais na balança, muito passeio, risada, sol no rosto, novos sabores, outras cores, velhos amores. Em Roma comi, rezei e amei!

O problema do gelato é o seguinte: você nunca mais na vida vai tomar sorvete com o mesmo prazer em nenhum outro lugar do mundo.

Linda de todos os ângulos

Pela primeira vez comprei alguma coisa I love... de uma cidade!

Dispensa comentários

Coliseu

#mynameisgladiator


Fontana de Trevi



Vaticano


Um dia no parque

Mamma mia!


2 comentários:

  1. Menina...que finalizada de ano deslumbrante é essa, rsrs????
    Vai com tudo Nati que vale a pena, sempre!!
    Parabéns aos dois.Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não posso reclamar Rosa, 2013 foi um bom ano pra mim! :D

      Excluir

Pin It button on image hover